fbpx

A tecnologia está modificando nosso modo de consumir e essa modernidade já impactou processos de empresas de diversos segmentos, criando nichos e novos modelos de negócios. 

As startups, por exemplo, são resultado dessa inovação e o setor alimentício, cujo potencial econômico é enorme, não poderia ficar de fora. Por isso mesmo que foram criadas as Foodtechs, uma união perfeita entre tecnologia e alimentação. O modelo, que vem crescendo 6% ao ano, tem como premissa processos inovadores desde o cultivo e a produção até a entrega para o consumidor final.

Existem categorias de Foodtechs para suprir as diversas demandas do mercado e proporcionar soluções inovadoras. Entre os destaques, estão os setores de tecnologias para produção, novos alimentos e bebidas, alimentação em casa e no trabalho, entre outros.

Nós, da Boali, queremos aliar alimentação saudável a consciência ambiental, afinal, tudo o que consumimos impacta o planeta de alguma forma. Somos uma Foodtech 100% brasileira, fundamos nossa marca em 2016 e já nos tornamos a maior franquia de alimentação saudável do país. Nossos processos envolvem uma escolha minuciosa de parceiros que realizam produção sustentável, oferecendo produtos frescos e minimamente processados. 

E quem disse que comida saudável não é saborosa? Todas as receitas são exclusivas e foram desenvolvidas especialmente pelo nosso chef. Oferecemos opções nutritivas e apetitosas de saladas, wraps, crepes, sucos refrescantes e muito mais. 

 

Futuro da alimentação

 

Diferente de desenhos futuristas e filmes de ficção, onde as refeições seriam compostas por pílulas ou cápsulas de comida condensada, o futuro da alimentação terá foco na prevenção de desperdício, sustentabilidade e consciência ambiental. 

Com o aumento da população mundial – que pode chegar a 33% nos próximos 30 anos, segundo estudos – será necessário ampliar a produção de alimentos em pelo menos 70% para atender o consumo. Porém, além de aumentar a produção, é preciso repensar em questões como reaproveitamento de resíduos, hábitos alimentares e preservação da natureza.

As Foodtechs não só estão atentas a isso, mas são as verdadeiras precursoras dessa revolução alimentícia. Não é à toa que o potencial financeiro do setor chega a ser dez vezes superior que o mercado de softwares, despertando o interesse de empresários de sucesso, como Bill Gates e Jeff Bezos. De acordo com The Food Tech Matters, estima-se que, até 2022, o mercado de Foodtechs atinja a marca de 980 bilhões de reais ao redor do mundo.

Confira nosso blog para saber mais sobre o mercado de Foodtechs e alimentação saudável.

 

 

%d blogueiros gostam disto: